MariaDB 10: Ainda mais poderoso que o MySQL

MariaDB: Tudo sobre

Você já conhece o MariaDB? Ou ainda quer conhecer mais sobre esse Sistema de Gestão de Banco de Dados? Quer saber mais a respeito de seu surgimento e suas principais características? Ou quer ainda saber sobre a sua versão MariaDB 10? E as diferenças, vantagens e desvantagens do MariaDB vs o MySQL?

Se você respondeu sim para pelo menos uma dessas perguntas, então esse é o artigo certo para você!

Nesse artigo veremos os seguintes tópicos:

Como Surgiu o MariaDB

Em um período em que o mercado de Banco de Dados era dominado pela Microsoft e pela Oracle, eis que surge o MySQL em 1995, o qual ganhou espaço e cresceu rapidamente pelo mundo afora. Uma das características do MySQL que foi essencial para sua popularização era ser uma ferramenta de código aberto.

Logomarca do MySQL

O MySQL apresentava um opção prática para gestão de Banco de Dados. Então, diversas empresas adotaram este sistema de gerenciamento de Banco de Dados (SGBD), inclusive dentro de ambientes corporativos.

Hoje em dia, dificilmente você conhecerá um desenvolvedor que nunca tenha utilizado ou escutado falar sobre o MySQL.

Logomarca da SunMicroSystems
Antiga logomarca da Sun Microsystems

Porém, nos finais dos anos 2000 o MySQL passou por uma série de eventos. Inicialmente, um desses evento marcantes foi quando a Sun Microsystems adquiriu o MySQL. Posteriormente, em 2009, a Oracle adquiriu o MySQL. Portanto, esses episódios foram suficientes para gerar uma grande movimentação da comunidade de Banco de Dados de todo o mundo. Dessa forma, uma série de preocupações surgiram. Muitos citavam, inclusive, a possibilidade de ser o fim do MySQL, o que não ocorreu.

Diante deste cenário, surgiria então um novo projeto de Banco de dados, o Maria DB, criado pelos mesmos criadores do MySQL. A primeira versão do MariaDB foi então lançado em 2009.

O MariaDB nasceu então como um “fork” do MySQL. Este termo, “fork,” representa um projeto iniciado como uma ramificação de outro já existente, sem que este tenha sido descontinuado.

O que é o MariaDB

O MariaDB é um Sistema de Gerenciamento de Banco de Dados de código aberto e compatível tanto com Windows quanto com Linux.

Logomarca do MariaDB Foundation

O MariaDB também foi criado por Michael Widenius, mesmo criador do MySQL. Ele teve seu primeiro lançamento em 2009. É mantido atualmente pela MariaDB Foundation e está disponível sob os termos da licença GPL v2.

Por ser um “fork” do MySQL, o MariaDB teve como base o próprio MySQL e manteve sua estrutura de código aberto. Um dos objetivos do Projeto MariaDB era manter um alta fidelidade ao MySQL. Portanto, o MariaDB é compatível com a linguagem SQL. Além disso, também possui uma estrutura de banco de dados relacionais e surgiu com todas as funções do MySQL.

Porém, o MariaDB recebeu algumas melhorias. Dessa forma, alcançava maior segurança e desempenho ao banco de dados.

Devido a essas melhorias e novas funcionalidades, muitos desenvolvedores passaram a adotar o MariaDB, inclusive no meio corporativo. Por isso, se tornou um dos SGBDs mais populares do mundo.

As principais características do MariaDB

Logomarca do MariaDB

O MariaDB é um Software de Banco de Dados muito completo e bem estruturado. Portanto, permite trabalhar com informações em larga escala e em conjunto a outras ferramentas.

O MariaDB possui código aberto, licenciado sobre os termos da GPL 2.0. Esta é uma de suas característica marcantes, pois possui licença gratuita para uso tanto comercial quanto não comercial. Por isso, o próprio MariaDB Foundation mencionar ser um software “Verdadeiramente Open Source”.

É um SGBD compatível com a linguagem SQL e possui uma grande compatibilidade com o MySQL.

Além disso, ele funciona perfeitamente com o painel PHP My Admin. Este painel é um dos painéis mais utilizados nos servidores. Portanto, se você utiliza o cPanel, com certeza já se deparou com este painel.

Ao comparar com outras tecnologias de banco de dados, o MariaDB apresenta resultados de desempenho muito bons. Por exemplo, ele vem mostrando ter grande eficiência em suas consultas. Isso ocorre pois, o método utilizado nas consultas foi simplificado e otimizado. Portanto, o MariaDB é muito indicado para quem busca por eficiência e desempenho em um Banco de Dados.

Além de sua eficiência, o MariaDB também se destaca em sua segurança. Pois, trouxe recursos capazes de identificar vulnerabilidades com mais facilidade.

Por se tratar de um projeto Open Source e colaborativo, o MariaDB também ganha destaque na possibilidade de participação ativa em seu desenvolvimento por parte da comunidade. Os desenvolvedores podem participar ativamente na distribuição de informações, assim como nos debates sobre o software. Isso também garante que o MariaDB esteja em constante evolução e melhorias e, portanto, recebendo atualizações constantemente.

Compatibilidade do MariaDB com o MySQL

Como falamos anteriormente, o MariaDB é um Fork do MySQL, portanto, possui diversas características semelhantes. Inicialmente, o objetivo do MariaDB era manter-se similar ao MySQL. Dessa forma, ele tinha todas as características desse, porém com algumas melhorias. Provavelmente, isso foi um dos principais motivos pela rápida adoção do MariaDB pelo mundo. Não é atoa que muitos serviços e empresas grandes passaram a realizar essa substituição. Hoje encontramos diversos grandes exemplos disso, como o próprio WordPress, ou ainda o sistema do painel PhPMyAdmin.

O MariaDB possibilita uma substituição binária completa, também chamada de substituição “drop-in”. Ou seja, ele permite que todos os utilizadores do MySQL possam trocar um pelo outro nos seus sistemas de forma simples, e sem precisar realizar adaptações em suas funções. Portanto, os dados reais armazenados podem ser exportados e importados entre eles sem a necessidade de alterações.

Vale ressaltar que essa característica foi mantida até a versão 5.5 do MariaDB. Portanto, até esta versão, era possível realizar a “substituição imediata” para qualquer versão equivalente do MySQL. Mas, haviam algumas limitações. Porém, geralmente, apenas em aspectos muitos avançados. Portanto, não interferia na utilização da maioria das aplicações.

Atualmente, com o MariaDB em sua versão 10, há algumas diferenças, as quais veremos posteriormente, no próximo tópico. Ou seja, não podemos mais considerar que o MariaDB é equivalente ao MySQL. Mas, a atualização e comunicação entre eles continua sendo muito fácil. Portanto, continua havendo um compatibilidade muito grande entre eles.

Uma forma de você encontrar facilmente as informações de compatibilidade entre o MariaDB e o MySQL é através do artigo sobre a compatibilidade entre eles na documentação oficial do MariaDB.

A Atualização MariaDB 10

Até a versão 5.5 o MariaDB mantinha-se sempre atualizado conforme o seu correspondente do MySQL. Porém, posteriormente, em 2012, começou-se uma movimentação dos desenvolvedores do MariaDB para decidir o futuro deste. O MariaDB havia recebido muitas funcionalidades, inclusive várias delas eram exclusivas. Portanto, houve um salta da versão 5.5 direto para a versão 10, com o objetivo de refletir o salto de funcionalidades que o MariaDB 10 trazia consigo nesta nova versão.

A partir do MariaDB 10, apesar de ainda manter uma grande compatibilidade com o MySQL, é perceptível que houve um rompimento da ideia de que o “MariaDB é uma cópia do MySQL”, comumente escutada entre os desenvolvedores.

Vale ressaltar também que o MySQL recebeu a sua oitava versão. Portanto, ele também modificações de suas funcionalidades, além de trazer novas características. Você pode ler mais a respeito em nosso artigo sobre as novidades do MySQL 8.

O MariaDB 10 trouxe consigo diversas funcionalidades, e entre suas características, vamos citar algumas abaixo:

As principais novidades da Versão 10

Diversas foram as novidades da nova versão do MariaDB. Abaixo separamos alguns dos principais tópicos de melhorias encontradas na sua versão 10. Mas, recomendamos que você também leia o artigo “Mudanças e Melhorias da Versão 10” da própria documentação oficial do MariaDB.

Inclusão de mais Mecanismos de Armazenamento

Até a sua versão anterior, os mecanismos de armazenamento padrão eram o MyISAM, BlackHole, CSV, MeMory, ArchiVE e Merge. Na versão 5.5, também já era possível encontrar novos mecanismo como o ShpinxSE, o TokuDB.

Porém, na versão 10, foram incluídos um número representativos de mecanismos de armazenamento:

  • ColumnStore
  • MyRocks
  • Aria (uma substituição do MyISAM, contento melhor armazemanto em cache)
  • FederatedX
  • CONNECT
  • SEQUENCE
  • Spider
  • Cassandra

Extensões e Novos Recursos

Falar das novas extensões e recursos do MariaDB 10 levaria uma leitura grande. Além disso, a cada nova atualização da versão 10, novas extensões e recursos estão sendo acrescentados. Portanto, é interessante acessar as documentações oficiais de recursos de cada versão.

Você também pode encontrar na documentação uma lista de Variáveis de Sistemas assim como também uma lista de Variáveis de Status, que foram incluídas nesta versão.

Melhorias de velocidade

O MariaDB 10 apresentou uma grande melhoria de velocidade e performance.

Por exemplo, agora, você pode realizar verificações de privilégios mais rapidamente. Pois, agora elas são fornecidas mais rapidamente para configurações que contém diversas contas de usuários ou diversos bancos de dados.

O comando Flush SSL permite recarregar certificados SSL sem a necessidade de reiniciar o Servidor. Ou seja, você não precisa mais perder tempo reiniciando o servidor para essa função.

Houve um aprimoramento do otimizador do MariaDB 5.3. Um exemplo disso é que agora é possível utilizar sub-consultas.

As replicações estão muito mais rápidas e seguras. Dessa forma, as configurações que consistem em replicação e muitas atualizações podem ser realizadas 2x mais rápidas. Além disso, é possível utilizar o recurso de replicação paralela.

A inclusão do Aria, representa um ganho expressivo de velocidade nas consultas. Isso ocorre, principalmente, por causa da sua melhor gestão de cache.

Além dessas, existem outras melhorias realizadas na nova versão. É inegável é que o MariaDB 10 está mais veloz que suas versões anteriores.

MariaDB vs MySQL

MariaDB VS MySQL

Como comentado ao longo desse artigo, o MariaDB nasceu como fork do MySQL. Porém, ganhou grande destaque e se popularizou ao longo dos últimos anos.

Mas, Ainda assim, você pode ficar em dúvida sobre qual utilizar. A verdade é que não há como definir qual é o melhor, pois isso dependerá do seu objetivo. Mas é importante saber as principais diferenças entre eles para poder saber qual escolher.

A MariaDB Foundation mantém em sua documentação a diferença de recursos entre o MariaDB e o MySQL.

Mas, vamos entender algumas diferenças entre eles.

Uma das principais diferenças é que o MySQL possui código aberto com opção de distribuição comercial. Ou seja, ele é gratuito apenas para uso não comercial, já para uso comercial seria necessário adquirir uma licença de distribuição. Já o MariaDB possui o código aberto e gratuito tanto para o uso não comercial como para o uso comercial.

Outra grande diferença é que os servidores de suporte do MySQL, mantidos pela Oracle, oferecem suporte técnico, treinamento, certificações e consultoria. Já os do MariaDB contam com seus próprios serviços de suporte. Porém, o MariaDB permite que a comunidade seja participativa, visto que é mais aberto a receber contribuições dos usuários. Além disso, por possuir uma comunidade participativa, os desenvolvedores estão sempre atentos a aprimorar o MariaDB, corrigindo bugs e deixando o software cada vez melhor e sempre atualizado.

Com objetivo de lhe auxiliar na escolha, no próximo tópico falaremos sobre algumas vantagens e desvantagens entre esses banco de dados.

Vantagens e Desvantagens do MariaDB

Vantagens do MariaDB

  • Open Source e gratuito tanto para uso não comercial como comercial;
  • Maior velocidade e desempenho na maioria das tarefas;
  • Menor exigência de Hardware para seu funcionamento;
  • Fácil migração e compatibilidade;
  • Possuem recursos mais avançados;
  • Sistema possuí ótima estabilidade;
  • Compatibilidade com plugins, que lhe permite aprimorar suas funcionalidades para o que você necessita;
  • Criptografia disponível em nível de rede, servidor e aplicativo.
  • A MariaDB Foundation está sempre liberando atualizações de segurança, de forma que garante que o MariaDB seja mais seguro que seu “rival”.

Desvantagens do MariaDB

  • Por ser relativamente novo, não há garantia de que manterá novas atualizações e versões disponíveis ao longo dos anos;
  • Se precisar do suporte, é necessário pagar pelo suporte.

Vantagens e Desvantagens do MySQL

Vantagens do MySQL

  • É Open Source e gratuito para uso não comercial;
  • Possui muitas funcionalidades e uma gama de interfaces de usuários que podem ser implementadas;
  • Alta performance;
  • Alta disponibilidade;
  • Suporte Transacional robusto;
  • Compatibilidade com outros bancos de dados, como o Oracle e o DB2;
  • É um software bastante disseminado e já consagrado no mercado;
  • É confiável, possui alta disponibilidade, escalabilidade e flexibilidade;
  • Seu código é estável e também confiável;
  • Possui uma grande comunidade de usuários e administradores, além de possui uma grande quantidade de informações publicadas a seu respeito, tanto na web como em livros, revistas e outras mídias impressas.;
  • Por ser mantida pela Oracle e ser um software consagrado, há maior segurança de que será mantido atualizações e disponibilizará novas versões ao longo dos anos.;

Desvantagens do MySQL

  • Sua licença é gratuita apenas para uso não comercial
  • O MySQL demanda de maior esforço para ações envolvendo uma quantidade elevada de dados, inclusive ações como backups incrementais. Portanto, acaba perdendo poder em desempenho e velocidade, ele não é adequado para dados de grande porte;
  • Para ter acesso ao suporte, na sua opção gratuita, é necessário pagar
  • Apesar de possuir escalabilidade, ele é difícil de escalar;
  • Por ser mantida pela proprietária Oracle, possui muitas restrições.

Conclusão

Com base nas informações desse artigo, você pode perceber como o MariaDB está se consagrando cada vez mais no mercado de banco de dados. Por isso, não há dúvidas de que é um software open source excelente.

Logomarca do MariaDB

Apesar de haver muitas similaridades com o MySQL, o MariaDB se destaca em seus recursos e características exclusivas, diferenciando-o e tornando-o atrativo para muitos desenvolvedores e administradores de Banco de Dados.

Esperamos que esse artigo tenha tirado suas dúvidas sobre o que é o MariaDB, assim como suas novidades na versão 10 e, ainda, as principais diferenças entre o MariaDB e o MySQL.

Considerando sua comunidade crescente, seu alto desempenho e suas atualizações constantes, não há duvida que, atualmente, o MariaDB é um opção muito interessante e positiva de Sistema de Gestão de Banco de Dados.

Publicado por

Rafael Marques

Desenvolvedor Indie, Investidor e Escritor apaixonado por tecnologia e empreendedorismo! Atual Co-Fundador e CTO da ERM Produções.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

hhchat