Tags HTML: as principais tags para criar sua página HTML

Tags HTML

Neste artigo, vamos estudar algumas das mais importantes tags que o HTML utiliza em sua estrutura. Para começar é importante entender que o HTML é uma linguagem de marcação de hipertexto, e tem como principal função marcar e definir a estrutura de uma página na web. Saiba mais sobre HTML nesse artigo. Para esse tutorial, utilizaremos como base o HTML5, a versão mais recente do HTML.

Assim sendo, neste artigo você vai encontrar:

15% OFF

O que são tags HTML?

As tags são usadas para informar ao navegador a estrutura do site. Ou seja: quando se escreve um código em HTML, as tags serão interpretadas pelo navegador, produzindo assim a estrutura e o conteúdo visual da página.

A principal característica das tags é estarem sempre dentro dos sinais de chevron (sinal de “maior que” e “menor que”), ou seja: < >.

As tags HTML são divididas em dois tipos: as que precisam de fechamento e as que não precisam de fechamento. As tags que precisam de fechamento possuem a sintaxe <tag> </tag>, já as que não precisam de fechamento possuem como estrutura <tag/>.

Além disso, uma mesma tag pode receber um ou mais atributos, que possuirá um valor que modifica sua estrutura ou funcionalidade.

Atributos

Os atributos são usados para personalizar as tags, modificando sua estrutura ou funcionalidade. Igualmente, os atributos são utilizados para atribuir uma classe ou id a um elemento.

Ainda não tem um www

A maioria das tags tem seus próprios atributos. Contudo, existem alguns atributos genéricos que podem ser utilizados na maioria das tags HTML, vamos estudá-los:

  • class=” – Atribui uma classe ao elemento (uma classe pode ser utilizada para um ou mais elementos);
  • id=”… – Atribui um id ao elemento (um id deve ser único, ou seja atribuído a um único elemento);
  • style=”…” – Permite incluir elementos CSS (estilos) dentro da tag;
  • lang=”…” – Define o idioma principal do elemento;
  • title=”…” – Define o título do elemento;
  • alt=”…” – Define um texto alternativo e, por isso, é muito utilizado em imagens, auxilia nas práticas de SEO;
  • hidden – Oculta o elemento;
  • align=”…” – Permite definir o padrão de alinhamento desse elemento, como por exemplo: right, center, left e justify;
  • width=”…” – Define uma largura para o elemento;
  • height=”…” – Define uma altura para o elemento.

Essas são os principais atributos, porém existem diversos outros que devem ser estudados e podem ser utilizados no seu código.

Estrutura básica de um documento HTML

Um documento HTML recebe algumas tags que formam a sua estrutura básica. No HTML5, o documento padrão recebe a seguinte estrutura:

Em primeiro lugar, vamos agora entender para que serve cada uma dessas tags:

  • <!DOCTYPE html> – A tag !DOCTYPE informa ao navegador a versão do HTML que está sendo utilizada no documento. Por exemplo: no HTML5, basta incluir !DOCTYPE html, e assim o navegador já saberá que se trata de um documento na versão HTML5;
  • <html></html> – Esta tag é o elemento básico da estrutura do HTML. Assim sendo, ela conterá todos os elementos do seu documento. Todo documento HTML deve iniciar e finalizar com essa tag;
  • <head></head> – Essa tag delimita o cabeçalho do documento. Não possui nenhum valor visível, porém é capaz de transmitir ao navegador diversas informações muito úteis e essenciais a uma boa apresentação do seu documento HTML;
  • <title></title> – Essa tag define o título da sua página, o nome que aparecerá na sua aba, janela ou guia. Por esta razão, a tag >title> é de grande importância para o SEO;
  • <meta/> – Essa tag permite inserir metadados ao seu documento, no caso acima, a informação charset=”UTF-8″, que garante a compatibilidade do código com os caracteres de padrão latino americano;
  • <body></body> – Finalmente, a tag que representa o corpo do documento. Em síntese, é nessa tag que todos os elementos visíveis do seu site devem ser inseridos.

Agora que já conhecemos as tags HTML que formam a estrutura básica de uma página, podemos então estudar as diversas tags que contemplarão o documento.

Tags de comentários em HTML

Dentro de um documento, muitas vezes precisamos fazer comentários, para facilitar no desenvolvimento. Com isso, o código fica mais organizado e podemos deixar anotações importantes para possíveis mudanças, ou apenas para orientar o código. Dessa forma, na tag de comentários (que é aberta com <!– e fechada com –> ), todos elementos incluídos dentro dela serão apenas comentários, ou seja, não serão visíveis no navegador.

ex:

Como resultado final no navegador, teremos:

Olá Mundo

Repare que todo conteúdo das tags de comentário não aparecerá, sendo restrito apenas a quem estiver lendo o seu código HTML. Pratique utilizar os comentários em seu código, isso é uma boa prática e muito recomendada dentro do mundo do desenvolvimento.

Tags HTML estruturais

As tags abaixo são utilizadas nos documentos em HTML5, e têm função estrutural no seu código. Portanto, essas tags têm grande importância na questão semântica da sua página, saber utilizá-las pode adequar o seu código para uma melhor visualização por parte do navegador e do usuário, além de proporcionar uma otimização para os processos de SEO.

  • <header></header> – Essas tags definem um cabeçalho. Portanto, todo conteúdo que estiver dentro dela faz parte de um cabeçalho, podendo ser utilizado dentro de outras sessões. Não confundir com as tags <head>;
  • <main></main> – Essas tags representam o conteúdo principal do seu corpo, ou seja, o conteúdo relacionado diretamente com o tópico central da página ou com a funcionalidade central da aplicação;
  • <footer></footer> – Essas tags definem um rodapé para a página, geralmente utilizadas no final da página;
  • <section></section> – Essas tags definem uma sessão para sua página;
  • <article></article> – Essas tags definem um artigo da sua página. Nesse sentido, são utilizadas para separar o conteúdo da sua página. Muito utilizado principalmente por blogs ou páginas de conteúdo;
  • <aside></aside> – Essas tags representam uma seção de uma página cujo conteúdo é tangencialmente relacionado ao conteúdo do seu entorno, que poderia ser considerado separado do conteúdo;
  • <nav></nav> – Essa tag define um conteúdo de navegação. Portanto, é muito utilizado em conjunto com listas e na criação de menus;
  • <div></div> – Define uma divisão da página. Desta forma, funciona como um container para conteúdo de fluxo. Uma vez que não possui um valor semântico, é muito utilizado para organizar melhor o conteúdo. Anteriormente ao HTML5, era utilizado no lugar das categorias acima.

A tags HTML de conteúdo

Agora que você já conhece as principais tags estruturais, pode organizar o seu conteúdo de forma adequada. Assim sendo, vamos listar as principais tags para incluir conteúdo à página, como títulos, parágrafos, imagens, links, etc.

Tags HTML de título

As tags de título possuem valor semântico, variando entre seis níveis hierárquicos. Para fins de otimização SEO é importante entender como funcionam, e fazer uma utilização adequada. Para definir títulos, utilizamos as tags:

Conforme dito anteriormente, a distribuição de título interferem no otimização do SEO de uma página.  Com isso, uma página contendo apenas h1 não seria bem vista pelos mecanismos de busca. Portanto, é importante dividir os títulos deixando o h1 apenas para o título principal, h2 ou h3 para títulos das seções e h4 a h6 para subtítulos ou títulos que possuam baixo valor hierárquico em relação aos demais.

Tags HTML de texto

As tags de texto definem textos, estilos de fonte, parágrafos, spans, quebras de linhas, etc. Vamos conhecê-las:

  • <p></p> – Principal tag de texto, compõe um parágrafo;
  • <span></span> – Apesar de ter uma funcionalidade e características parecidas com os parágrafos, costumam ser utilizadas apenas para pequenas informações, como legendas de um formulário, legendas de uma imagem, etc. Também pode ser utilizada para formar um container;
  • <pre></pre> – Tag utilizada para representar texto pré-formatado. Muito utilizada para inserir códigos;
  • <b></b> – Transforma o conteúdo em negrito;
  • <i></i> – Transforma o conteúdo em itálico;
  • <br/> – Essa tag não necessita de fechamento, ela executa a função de quebra de linha.
  • <hr/> – Essa tag não necessita de fechamento, ela forma uma linha horizontal.

Tag de link HTML

A tag de link HTML é responsável que faz a ligação entre um documento e outro, sendo ele da mesma página ou de uma página de outro domínio. Esse elemento garantiu que o HTML se destacasse, e moldou a internet da forma que ela é hoje! Portanto, é o principal fundamento que forma a web.

Para realizar um link, podemos chamar as tags <a></a> com o atributo href. Por exemplo, caso você queira criar um link no seu texto que redirecione à página inicial do google:

Como resultado, teremos:

Para acessar o Google, clique aqui.

Tags HTML de multimídia

As tags de multimídia servem para incluir imagens, vídeos, áudios, iframes e outros tipos de conteúdo multimídia.

<img>

Essa tag não necessita de fechamento, serve para incluir uma imagem ao seu texto. A partir dessa tag, utilizamos o atributo src=”” onde deve ser digitado o local em que a imagem se encontra. Também é muito utilizado em conjunto com o atributo alt para definir o texto alternativo da imagem.

Por exemplo:

<video> e <audio>

Essa tag serve para indicar a inserção de um vídeo. Com isso, devemos colocar alguns atributos dentro da tag para poder ativar o controle, a principal dela é o controls. Posteriormente, incluímos a tag <source> com os atributos src e type, onde receberão o local em que está o vídeo e o tipo do vídeo. É recomendado utilizar mais de um tipo de source do mesmo vídeo, para garantir maior possibilidade de compatibilidade com o navegador. Finalmente, podemos incluir uma mensagem que será renderizada apenas se o navegador do usuário não suportar a tag video.

Diante disso, vejamos os exemplos a seguir:

A tag <audio> funciona da mesma forma que a tag <video>, portanto, utilizamos a tag <source> dentro dela. Vejamos o exemplo a seguir:

<iframe>

Os iframes são muito utilizados na atualidade, servem para incluir recursos de uma outra página nesta página. Vale a pena conferir o exemplo da W3C Schools, pagina de tutorias pertencente ao grupo W3C, a organização atualmente responsável pelos padrões da web.

Portanto, para inserir um iframe, basta utilizar a tag com o atributo src. Além disso, é possível incluir um texto dentro do elemento, caso o navegador do usuário não possua suporte para tal. Vejamos então o exemplo abaixo:

Tags HTML de listas

Para poder criar uma lista, podemos utilizar uma lista ordenada, a partir das tags <ol></ol>, ou uma lista não ordenada, a partir das tags <ul></ul>. Posteriormente, incluímos dentro da lista os elementos da mesma, dentro das tags <li></li>.

Vejamos os exemplos a seguir:

Tags HTML de formulário

As tags de formulário são muito utilizadas para obter informações do usuário, realizar cadastros, receber opiniões, entre outros. São importantíssimas para qualquer ramo do mercado.

Para iniciar um formulário, incluimos as tags <form> e </form>. Posteriormente, devemos incluir o conteúdo do formulário. Digamos que, por exemplo, você queira incluir três campos, sendo dois para coletar informações e um para receber uma mensagem. Desta forma, para criar os campos de preenchimento, deverá utilizar a tag <input>, enquanto para o campo referente à mensagem, deverá utilizar a tag <textarea>.

A tag <input>

A tag <input> possui o atributo type, que varia entre diversos tipos (vamos explicar os principais deles abaixo). Também há o atributo placeholder, que é um texto que ficará disponível enquanto nada for digitado nesse campo. Também é importante definir um atributo name para cada input.

  • <input type=”text”> – Define um campo que receberá qualquer caractere;
  • <input type=”email”> – Define um campo que receberá caracteres e verificará se o mesmo consiste em um e-mail válido;
  • <input type=”submit” value=”ENVIAR”> – Define um botão que servirá para o envio do formulário. Dentro dele, podemos atribuir o value, que será o texto dentro do botão de envio.

Existem outros tipos de <inputs> que podem ser estudados na documentação disponível pela W3C.

As tags <textarea></textarea>

Assim como a tag <input>, essa tag define um campo para o formulário. Porém, diferentemente, ela tem como principal característica ser uma área de preenchimento de texto, ou seja, permite que o usuário escreva um texto ou uma mensagem no seu interior. Também traz opções para que o usuário redimensione seu tamanho (resize). Dessa forma, podemos incluir uma area de texto utilizando as tags <textarea> e </textarea>.

Tags de estilos e scripts

Para podermos concluir esse tutorial, não poderíamos deixar de citar as tags <style> e <script>.

A tag <style> e </style> deve ser incluída no <head> do seu código HTML. Dentro dessa tag, é possível incluir todo o seu código CSS, ou seja, seu código de estilos.

Já a tag <script> e </script> tem como objetivo incluir códigos de scripts ao seu HTML, podendo ser incluída em qualquer parte. Contudo, recomenda-se fortemente que seja inserida após o <footer>. Dessa forma, podemos incluir nela um código javascript.

Crie sua página em HTML

Finalmente chegamos ao fim desse artigo. Porém deixamos aqui um ótimo exemplo para você poder estudar e treinar as diversas tags HTML. Crie um arquivo de texto e salve com a extensão .html e comece a treinar agora mesmo!

Segue nosso código de exemplo contendo uma estrutura de uma página em HTML.

Por fim, recomendamos também a leitura da documentação da W3C, contendo todas as tags e informações sobre elas, para vocês utilizarem no seus códigos. Há ainda diversos recursos bastante usados, como por exemplo links e tabelas. Não deixe de treinar e criar suas próprias páginas!

Publicado por

Rafael Marques

Desenvolvedor Web especialista em Front End apaixonado por tecnologia! www.instagram.com/rafaelmarquesdev/ linkedin.com/in/rafamarquesrmb/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

hhchat